Viana

Coletivo Cultura Bethânia
 

Ramon Matheus
 

Corpo preto em movimento. Descendente de africanos. Em busca da descolonização do corpo tem se permitido aprender com os saberes da diáspora africana em experiências de corporificação e sobrevivência. É diretor do Fórum Estadual de Juventude Negra do Espirito Santo, militante do movimento negro e membro

do coletivo Cultura Bethânia. É vice-presidente do Conselho Estadual de Juventude do Espírito Santo (2020-2022) e presidente do Conselho Municipal de Juventude de Viana (2020-2022). Cursa Licenciatura em Educação Física na Universidade Federal do Espírito Santo onde é representante discente na Comissão de Reforma Curricular do CEFD, bolsista de iniciação científica do CNPq e membro do Laboratório de Estudos em Educação Física (LESEF). Também foi presidente do Diretório Acadêmico 26 de Junho (2019/20), representante discente no conselho departamental do CEFD/UFES, bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) e dançarino na Cia de Dança Andora. Atualmente tem interesses nas linhas de pesquisa: formação de professores e atuação docente, educação infantil, corporeidade negra, racismo. 

 O Coletivo Cultura Bethânia é um coletivo que atua na linha da economia criativa a partir do entendimento da cultura como movimentadora de trabalho e renda. O Coletivo atua na região da Grande Bethânia, Viana/ES e tem como foco ações e projetos com foco na geração de impacto social no território de atuação. O Coletivo Cultura Bethânia tem como missão a resposta de demandas emergentes que afetam diretamente a vida de jovens periféricos, como a falta de acesso a educação de qualidade, a profissionalização e a renda e o extermínio da juventude negra.